Volume 35, n.o 3 (140)  
  Jul-Set/2015  
     
 
 
 
Globalization and democracy
Deepak Nayyar
O Desafio Macroeconômico de 2015-18
Nelson Barbosa Filho
As armadilhas do tripé da política macroeconômica brasileira
André Nassif
Crise e industrialização no Brasil entre 1929 e 1954: a reconstrução do Estado Nacional e a política nacional de desenvolvimento
Wilson Cano
O Enigma da Política Industrial no Brasil
José Tavares de Araújo Jr.
A formação distorcida de preços administrados na experiência brasileira recente
Arthur Barrionuevo Filho
The geographic dynamics of industry employment in Brazilian metropolitan areas: Lessons for São Paulo
Ciro Biderman e Marcos Lopes
Preços administrados e discricionariedade do executivo
Paulo Furquim de Azevedo e Felipe C. Serigati
Impactos da contenção dos preços de combustíveis no Brasil e opções de mecanismos de precificação
Edmar de Almeida, Patricia de Oliveira e Luciano Losekann
Rethinking “energy nationalism”: a study of the relationship between nation states and companies in the oil industry
Noele de Freitas Peigo e José Augusto Gaspar Ruas
Desindustrialização e o investimento em infraestrutura como instrumento conciliador de uma política industrial base no Brasil
Marwil Dávila-Fernández
Why budget accountability fails? The elusive links between parliaments and audit agencies in the oversight of the budget
Carlos Santiso
Desempenho e fragmentação da indústria de alta tecnologia do Mercosul
Camila Hermida, Ana Paula Avellar, Clésio Xavier e Marisa Botelho
A Reação da Elite Política Incumbente na Abertura Democrática Brasileira
Raphael Bruce e Rudi Rocha
David Hume e as finanças de James I
Rogério Arthmar
 
 

 
     
 

Since its first issue, January 1981, the Brazilian Journal of Political Economy is a peer reviewed journal, which sees economics as political economy.
Papers with Keynesian, structuralist, or institutionalist approaches are welcome.
The Journal publishes papers on development economics and macroeconomics, adopting a historical-deductive method, as well as papers criticizing economic theory.
The Journal also welcomes applied papers containing relevant research, having priority papers on developing countries.
In the revisions of the literature the Brazilian and Latin-American relevant authors are not supposed to be left aside.
In the case of econometric studies, the technical aspects are supposed to be published only in the journal’s electronic edition.
The papers are published according to the date that they are approved, but some priority will be given to the ones in English.
In accepting the submission the Journal adopts as additional criterion the scope of the paper and its interest in publishing it.
 

A Revista de Economia Política vê a teoria econômica em termos clássicos, como economia política. São bem vindos trabalhos com abordagem keynesiana, estruturalista, ou institucionalista. A Revista publica trabalhos teóricos sobre economia do desenvolvimento e macroeconomia que adotem o método hipotético-dedutivo, assim como papers fazendo a critica da teoria econômica. A Revista também publica trabalhos aplicados que contenham pesquisa relevante, dando prioridade aos trabalhos sobre países em desenvolvimento. Nas revisões de literatura os autores brasileiros e latino-americanos relevantes não devem ser deixados de lado. No caso de estudos econométricos, os aspectos técnicos serão publicados apenas na edição eletrônica da Revista. Ao aceitar a submissão a Revista adota como critério adicional a abrangência do trabalho e seu interesse em publicá-lo.  

 
  "This is an open-access journal"  

 
 
     
     
 
The Brazilian Journal of Political Economy counts with the support of the following corporations:
 
   
   
Copyright © 2015
Revista de Economia Política - ISSN 1809-4538
Rua Araripina, 106 - 05603-030 - São Paulo - Brazil