Volume 34, n.o 2 (135)  
  Abr-Jun/2014  
     
 
 
 
Alice Amsden’s impact on Latin America
Helen Shapiro e Juan Carlos Moreno-Brid
A formação política do Brasil segundo Furtado
Mauro Boianovsky
Economic growth, labor and productivity in Brazil and the United States: a comparative analysis
Alexandre Gori Maia e Esther Menezes
Os projetos de desenvolvimento do Brasil contemporâneo
Rui Mesquita Cordeiro
A queda da desigualdade de renda corrente e a participação do 1% de domicílios de maior renda, 2000-2010
Claudio Salvadori Dedecca
A persistência da indexação no Brasil pós-Real
André Roncaglia de Carvalho
Price synchronization in retailing: some empirical evidence
Marcelo Resende, Rodrigo Zeidan e Gabriel Rega
Incerteza e não ergodicidade: crítica aos neoclássicos
Marcelo Mallet Siqueira Campos e Tulio Chiarini
Mário Henrique Simonsen e a construção do conceito de inflação inercial
Andrea Felipe Cabello
As primeiras impressões de Hicks sobre a Teoria Geral
Jorge Eduardo de Castro Soromenho
 
 

 
     
 

Since its first issue, January 1981, the Brazilian Journal of Political Economy is a peer reviewed journal, which sees economics as political economy.
Papers with Keynesian, structuralist, or institutionalist approaches are welcome.
The Journal publishes papers on development economics and macroeconomics, adopting a historical-deductive method, as well as papers criticizing economic theory.
The Journal also welcomes applied papers containing relevant research, having priority papers on developing countries.
In the revisions of the literature the Brazilian and Latin-American relevant authors are not supposed to be left aside.
In the case of econometric studies, the technical aspects are supposed to be published only in the journal’s electronic edition.
The papers are published according to the date that they are approved, but some priority will be given to the ones in English.
In accepting the submission the Journal adopts as additional criterion the scope of the paper and its interest in publishing it.
 

A Revista de Economia Política vê a teoria econômica em termos clássicos, como economia política. São bem vindos trabalhos com abordagem keynesiana, estruturalista, ou institucionalista. A Revista publica trabalhos teóricos sobre economia do desenvolvimento e macroeconomia que adotem o método hipotético-dedutivo, assim como papers fazendo a critica da teoria econômica. A Revista também publica trabalhos aplicados que contenham pesquisa relevante, dando prioridade aos trabalhos sobre países em desenvolvimento. Nas revisões de literatura os autores brasileiros e latino-americanos relevantes não devem ser deixados de lado. No caso de estudos econométricos, os aspectos técnicos serão publicados apenas na edição eletrônica da Revista. Ao aceitar a submissão a Revista adota como critério adicional a abrangência do trabalho e seu interesse em publicá-lo.  

 
  "This is an open-access journal"  

 
 
     
     
 
The Brazilian Journal of Political Economy counts with the support of the following corporations:
 
   
   
   
Copyright © 2014
Revista de Economia Política - ISSN 1809-4538
Rua Araripina, 106 - 05603-030 - São Paulo - Brazil