Vol.  36,  n.o 1 (142),  Jan-Mar  2016
 
Categoria ?
Crescimento clássico e crescimento retardatário: um novo enfoque para políticas de desenvolvimento
João Paulo de Almeida Magalhães

O artigo defende a tese de que, diferentemente do que acontece nos países desenvolvidos, em que o crescimento depende dos níveis de poupanças e de inovações tecnológicas, nos países subdesenvolvidos o crescimento está condicionado à disponibilidade de mercado. Em termos de política econômica, isso significa que nos desenvolvidos o esforço deve ser no sentido da criação de poupanças e inovações tecnológicas de nível adequado, enquanto nos subdesenvolvidos o importante é garantir mercado do dinamismo e dimensões necessários à eliminação de seu atraso econômico. O não reconhecimento dessa diferença, resultante de a Economia do Desenvolvimento não ter proposto modelo específico para o crescimento retardatário, tem levado a sérios erros nas políticas de desenvolvimento.  

 
   
From gold money to fictitious money
Eleutério F. S. Prado

Do dinheiro-ouro ao dinheiro fictício - No século XIX, o dinheiro figurava sobretudo como ouro. No século XXI, ele aparece como estritamente fiduciário. Ora, Marx disse com toda clareza que o dinheiro-ouro era a base efetiva do sistema monetário e de crédito. Teria o desenvolvimento histórico mostrado finalmente que a sua teoria do valor e do dinheiro seria falsa? Os marxistas têm se debatido continuamente com essa questão. O artigo procura mostrar que existe uma simples e boa resposta para essa dúvida crucial. Ela surge apenas desenvolvendo um pouco a dialética da mercadoria e do dinheiro que se encontra em O Capital.   

In the nineteenth century, money appear primarily as gold. In the twenty-first century, it appears as strictly fiduciary money. It is known that Marx said very clearly that the golden money was the effective basis of the monetary and credit system. Had the historical development finally shown that his theory of value and money would be false? Marxists have struggled continually with this problem. This paper tries to show that exist a simple and good answer to this crucial question. It comes just developing a little the dialectics of commodities and money found on Marx’s Capital 

 
   
Consumo social e crescimento redistributivo: Notas para se pensar um modelo de crescimento para o Brasil
Celia Lessa Kerstenetzky

O debate acerca de modelos alternativos de crescimento econômico para o Brasil tem revelado a quase unânime posição de que, como evidenciado pelas recentes baixas taxas de crescimento, o modelo de crescimento puxado pelo consumo doméstico teria se esgotado. Neste artigo, procuro examinar o significado mais amplo do experimento de crescimento liderado pelo consumo de massas e a validade empírica de alguns dos tradeoffs citados no debate, como entre consumo e investimento e investimento do governo e consumo do governo, e sugerir que se levem em consideração, como unidade de avaliação do experimento, as brechas de consumo necessário, discricionário e de bens públicos da população brasileira. As brechas sugerem um ainda importante espaço para redistribuição e avanço na provisão de bens públicos sociais. O potencial dos serviços públicos sociais de contribuir para o crescimento econômico com equilíbrio social e sustentabilidade ambiental emerge da análise como a aposta que ainda não foi feita. 

The recent debate on alternative growth models for Brazil has revealed an almost unanimous assessment regarding the end of the validity of the domestic consumption-led model. In this article, I propose to examine the broader social meaning of this model as well as the empirical soundness of supposed tradeoffs, e.g. between consumption and investment and, in particular, public investment and consumption, and suggest that the assessment unit should include the manifold consumption gaps, e.g. necessary, discretionary and public, that persist in the Brazilian society. The gaps suggest that there still is space for redistribution and expansion of social public goods provision. Exploring the potential of public social services for delivering growth in combination with social equilibrium and social cohesion and sustainability emerges from the analysis as a bet yet to be made.    

 
   
The concept of emerging power in international politics and economy
Pedro Cezar Dutra Fonseca, Lucas de Oliveira Paes e André Moreira Cunha

Este trabalho tem por objetivo analisar o conceito de potências emergentes criado para a compreensão dos assuntos internacionais. O trabalho observa que o emprego do léxico emergentes - em relação aos mercados, países ou poderes - como qualificador para uma gama de fenômenos de relações internacionais tornou-se parte integrante da questão. Apesar disso, a denotação empírica do predicado está à frente da quantidade de esforços em sua contextualização teórica. Nossa hipótese metodológica é que a negação racional dos conceitos predominantes espectroconotativo, reconhecendo a sabedoria incorporada sobre fenômenos cognatos sintetiza um quadro teórico sobre a sua utilização precisa

This paper aims to analyze the concept of emerging power established to the understanding of international affairs. The work observes that the use of the lexicon emerging – regarding to markets, countries or powers - as qualifier for a range of international relations phenomena became a constituent part of the matter. In spite of that, the empirical denotation of the predicate is ahead of the amount of efforts on its theoretical contextualization. Our methodological hypothesis is that the rational denial of the concepts prevailing connotative spectrum by acknowledging the embedded wisdom about cognate phenomena synthesizes a theoretical framework on its accurate use.   

 
   
Reflexões sobre o método em Keynes
Fernando Ferrari Filho e Fábio Henrique Bittes Terra

Provavelmente, a questão do método seja uma das mais controvertidas discussões relacionadas à obra de Keynes. As controvérsias podem ser resumidas em três principais linhas: (i) o atomismo ou o organicismo como unidade de análise econômica de Keynes; (ii) a continuidade ou a descontinuidade das bases filosóficas, em termos epistemológicos e metodológicos, do pensamento de Keynes; e (iii) a especulação acerca do método científico utilizado por Keynes. O objetivo do artigo centra-se na última das linhas da controvérsia, qual seja, discutir o método científico na obra de Keynes. Subjacente a tal objetivo, apesar dos indícios de que o método do autor está relacionado tanto ao indutivo quanto ao histórico-indutivo, explorar-se-á o primeiro método, uma vez que, por um lado, ele diz respeito à teoria do conhecimento (epistemologia) desenvolvida por Keynes em seu Treatise on Probability e, por outro lado, ele está presente em algumas de suas importantes obras econômicas.    

The question of method raises probably some of the most controversial discussions of the work of John Maynard Keynes. Briefly, the controversies fall into three main areas: (i) the unit of analysis, i.e., whether Keynes’ economic theory is atomistic or organic; (ii) whether or not there is continuity in Keynes’ philosophical foundations throughout his work; and (iii) speculation about the scientific method Keynes used. In that context, this paper aims to explore the latter of these lines of controversy. The idea is to show that, considering his insights related to the inductivism, mainly in the Treatise on Probability, there are evidences that Keynes’ method was historical and inductive. 

 
   
Nature of the state economic expanded functions in the Brazilian economy
Niemeyer Almeida Filho

Natureza das funções econômicas alargadas do Estado na economia brasileira. O artigo discute a dinâmica da acumulação de capital nas economias da América Latina. A hipótese é que nessas economias o papel do Estado é comparativamente mais amplo do que nas economias dos centros do capitalismo, por razões estruturais. O argumento baseia-se principalmente em Marx e Kalecki, além de elementos históricos das economias da América Latina, particularmente da economia brasileira. Em seguida, o artigo explora as consequências dinâmicas desta natureza em nível nacional, concluindo que esta condição dá um maior grau de instabilidade. 

Nature of the State economic expanded functions in the Brazilian economy. The paper discusses the dynamics of capital accumulation in Latin America economies. The hypothesis is that in these economies the role of the State is comparatively broader than in the economies of the centers of the capitalism by structural reasons. The argument is mainly based on Marx and Kalecki, besides historical elements of Latin America economies, particularly the Brazilian economy. Then the paper explores the dynamics consequences of this nature at the national levels, concluding that this condition gives a higher degree of instability. 

 
   
As famílias na abordagem Minskyana: aspectos e desdobramentos do endividamento das famílias americanas no século XX e início do XXI
Everton S. T. Rosa

Este artigo busca retratar a inserção financeira das famílias e suas implicações para a dinâmica do sistema econômico, tendo em vista a importância assumida pelo endividamento das famílias norte-americanas nas últimas décadas, em particular, na crise de 2007 nos EUA. Frente às transformações da economia norte-americana e de seu sistema financeiro, é proposto o resgate das contribuições da economia monetária de Keynes e da visão financeira de Minskypara compreender de forma adequada o comportamento das famílias, tanto nadimensão dos fluxos de renda e gastos, quanto nas decisões sobre estoques de ativos e passivos sujeitos à volatilidade e incerteza. 

The aim of this paper is to portray the financial inclusion of households and their implications for the dynamics of the economic system, in view of the importance assumed by theindebtedness of U.S. households in recent decades, especially in the 2007 U.S. crisis. Given the transformations of the U.S. economy and its financial system is proposed the rescue of Keynes's contributions of monetary economics and Minsky's financial vision to understand adequately the behaviour of households, both in the dimension of flows of income and spending, as in decisions on stocks of assets and liabilities subject to volatility and uncertainty. 

 
   
Price movement in the Brazilian land market (1994-2010): an analysis in the light of post-Keynesian theory
Tiago Santos Telles, Alex Wilhans, Antonio Palludeto e Bastiaan Philip Reydon

O presente estudotem como objetivo avaliarculturas, pastagens eos preços das terrasflorestaisno Brasil,entre 1994 e2010,à luz dateoria pós-keynesiana. Os resultados fornecemevidência de que aterra, mais do que apenasumsimples fatordeprodução,deveser concebido comoum ativo econômico. Na verdade,o preço da terraruralé determinado não apenaspelarentabilidade esperadadecorrentedas atividadesagrícolas, mas tambémpelas expectativasdos agentesquanto à sua futura valorizaçãoe liquidezem um ambiente econômicopermeadode incertezas.Neste contexto,como um objetode especulação, a terra tem sido particularmente importantecomo umareserva de valor. 

The present study aims to evaluate crop, pasture and forest land prices in Brazil, between 1994 and 2010, in the light of Post Keynesian theory. The results provide evidence that land, more than just a simple factor of production, must be conceived of as an economic asset. In fact, the price of rural land is determined not only by the expected profitability deriving from agricultural activities but also by the agents' expectations about its future appreciation and liquidity in an economic environment permeated with uncertainty. In this context, as an object of speculation, land has been particularly important as a store of value 

 
   
Assessing the dynamics of terms of trade inamodelof cumulative causation andstructural change
Ricardo Azevedo Araujo

O objetivo desse trabalho decorre do declínio constante da participação dos gastos de consumo sobre as mercadorias produzidas no sul globalizado, juntamente com a (empiricamente ambígua) hipótese Singer / Prebisch de que isto pode ser explicado por um declínio secular dos termos do comércio do sul. Com base nessas pesquisas, o documento propõe estudar a dinâmica dos termos de troca, utilizando um modelo de crescimento multi-setorial com base no princípio da causalidade cumulativa. O resultado é um modelo Norte-Sul de crescimento e de comércio em que a evolução dos termos de troca depende de taxas diferenciais de crescimento da produtividade em diferentes setores da economia - e quais os termos de dinâmicas comerciais que podem não ser o melhor caminho no caso de existir ou não m problema de desenvolvimento desigual 

The motivation for this paper stems from the steady decline in the share of consumer expenditure son goods produced in the global south, coupled with the (empirically ambiguous) Singer/Prebisch hypothesis that this can be explained by a secular decline in the southern terms of trade. Drawing on these sources of inspiration, the paper sets out to study the dynamics of the terms of trade using a multi-sector growth model based on the principle of cumulative causation. The upshot is a North-South model of growth and trade in which the evolution of the terms of trade depends on differential rates of productivity growth in different sectors of the economy – and in which terms of trade dynamics may not be the best guide as to whether or not there is an uneven development problem. 

 
   
On the creative economy chain in Brazil: potential and challenges
Anita Kon

O artigo apresenta uma análise da Economia Criativa no Brasil, mostrando seu potencial de desenvolvimento para ageração de renda e emprego, visando à retomada do desenvolvimento no país. São apresentados inicialmente conceitos e características da Economia Criativa para em sequência analisar o perfil e as potencialidades de desenvolvimento desta indústria no Brasil. A parte empírica introduz aspectos metodológicos, prosseguindo com a análise da contribuição da cadeia criativa à geração de Valor Adicionado e de Trabalho do país, e uma visão do seu potencial no Comércio Exterior. Finalmente, são investigados os desafios para a implementação de políticas públicas específicas. 

The article presents an analysis of the Creative Economy in Brazil, showing its development potential for the generation of income and employment, in order to the country’s development resumption. They are initially presented concepts and features of the Creative Economy for, in sequence, to analyze the economic development profile and potential of this industry in Brazil. The empirical part introduces some methodological aspects, in continuing with the analysis of the creative chain contribution to the generation of Value Added and employment in the country, and a vision of theirforeign trade.potential. Finally, the challenges to the implementation of public policies are investigated. 

 
   
Revisitando a dinâmica trimestral do investimento no Brasil: 1996-2012
Cláudio Hamilton Matos dos Santos, André de Melo Modenesi, Gabriel Squeff, Lucas Vasconcelos, Monica Mora, Thais Fernandes, Thiago Moraes, Ricardo Summa, Julia Braga

Este texto discute os dados e os principais fatos estilizados da dinâmica da formação bruta de capital fixo (FBCF) no Brasil após 1995. Apresenta, ademais, especificações econométricas para a dinâmica trimestral da FBCF no período 1996-2012 que levantam hipóteses causais ainda relativamente inexploradas na literatura. Os dados apresentados evidenciam as dinâmicas distintas da FBCF em máquinas e equipamentos e construções – e, consequentemente, o papel fundamental da primeira variável na dinâmica da FBCF total da economia. As estimativas apresentadas sugerem choques cambiais, nos preços internacionais de commodities e na FBCF pública como mecanismos causais da dinâmica trimestral da FBCF brasileira. 

This text discusses the data on and thestylized facts of the dynamics of Brazil´s grossfixed capital formation (GFCF) since 1995. It also presents new econometrics pecifications for the quarterly dynamics of the Brazilian GFCG in the 1996-2012 years that suggest new causal interpretations to the problemath and. The data makeclear the different dynamics of the GFCF in dwellings and other buildings and structures and in machinery and equipment – and, as a consequence, the crucial role of the latter variable in the dynamics of Brazilian aggregate investment. The econometric specifications, in turn, suggest shocks in the real exchange rate international commodity prices and public investment as underlying causal mechanisms of the quarterly behavior of the Brazilian GFCF.  

 
   
Boulevard to broken dreams, Part 1: the Polonoroeste road project in the Brazilian Amazon, and the World Bank’s environmental and indigenous peoples’ norms.
Robert H. Wade

Ao final de 1980 o Banco incorporou as normas de sustentabilidade ambiental e proteção dos povos indígenas e foi seguido por outras organizações interestaduais orientadas para o desenvolvimento. Este artigo de duas partes descreve como uma luta sobre o projeto da estrada Polonoroeste na Amazônia brasileira - dentro do banco, entre o Banco e ONGs apoiadas pelo Congresso dos EUA, e entre o Banco e o governo do Brasil –ajudou na mudança de normas políticas de longo alcance. A primeira parte descreve como o projeto foi concebido como uma inovação no desenvolvimento sustentável em florestas tropicais; e como ela provocou um alvoroço dentro do Banco enquanto se movia em direção a aprovação do projeto 

Before the mid 1980s the World Bank conceived “nature” as something to be “conquered” and “environment” as a source of resources for “development”. By the late 1980s the Bank incorporated norms of environmental sustainability and indigenous peoples’ protection into its mandate, and other development-oriented IOs followed. This two-part paper describes how a fight over the Polonoroeste road project in the Brazilian Amazon inside the Bank, between the Bank and NGOs supported by the US Congress, and between the Bank and the government of Brazil helped to generate the far-reaching change of policy norms. The first part describes how the project was designed as an innovation in sustainable development in rainforests; and how it provoked a firestorm inside the Bank as it moved towards project approval 

 
 
         
 
     
     
 
The Brazilian Journal of Political Economy counts with the support of the following corporations:
 
   
   
Copyright © 2016
Revista de Economia Política - ISSN 1809-4538
Rua Araripina, 106 - 05603-030 - São Paulo - Brazil